Notícias

A deputada federal Iracema Portella esteve em Tanque do Piauí neste fim de semana, para reunião com as lideranças do Partido Progressista, atendendo a convite da vice-prefeita Elvira e do presidente da Comissão Municipal do PP Toinho Alves. A parlamentar destacou que procura estar em sintonia com as demandas da população e por isso gosta de estar presente nos municípios. "Conversando com as pessoas consigo saber as reais necessidades dos municípios, saber o que esperam do meu trabalho na Câmara Federal", comentou, acrescentando que sua atuação é pautada pelo diálogo e pela transparência. O município de Tanque tem, além da vice-prefeita, três vereadores progressistas: Lucília Soares (Lúcia), Nataniel Sales (Tiel) e Luís dos Santos (Barel).

Atendendo a um convite do ex-prefeito Edgar Castelo Branco, a deputada federal Iracema Portella participou de uma reunião com vereadores e lideranças de Santa Rosa do Piauí na Câmara Municipal. Iracema falou sobre a importância da proximidade entre parlamentares e prefeituras. "É essencial haver uma sintonia, pois assim conseguimos avançar em várias áreas, conseguimos criar e melhorar políticas públicas e também tornar mais eficientes os serviços de educação, transporte, saneamento básico, saúde, entre outros", disse a parlamentar. A deputada se colocou à disposição para ouvir as demandas, críticas e sugestões das lideranças. "Meu compromisso na política é estar perto das pessoas", concluiu.

A tradicional Vaquejada de Colônia do Piauí chegou à sua 41ª edição e atraiu grande público neste fim de semana. A deputada federal Iracema Portella participou do evento e chegou a fazer seu discurso montada em um cavalo, ao lado da prefeita Lúcia Moura. "A vaquejada é uma tradição do nosso povo, faz parte da cultura do Piauí. Para mim é uma grande alegria participar deste evento e reencontrar os amigos queridos de Colônia", declarou a parlamentar. Iracema comemorou a regulamentação das vaquejadas no Congresso Nacional por entender que a prática gera empregos, movimenta a economia e é uma forma de valorizar a cultura e as tradições. A Vaquejada de Colônia é uma das mais importantes do Piauí e é realizada pela Prefeitura Municipal, com organização das secretarias municipais de Administração, Cultura e Agricultura.

A Associação de Municípios da Microrregião do Médio Parnaíba realizou ontem a abertura da Copa dos Campeões, torneio de futebol que envolve os municípios filiados e é uma oportunidade de confraternização. A deputada federal Iracema Portella é a madrinha do evento este ano e fez questão de ir cumprimentar os participantes. "É uma honra ser madrinha deste campeonato, porque além de promover a integração entre os municípios, é um evento de futebol, que é uma paixão do Brasil", comentou. O presidente da AMPAR, prefeito Júnior Carvalho, de Demerval Lobão, agradeceu à deputada pelo apoio. "Gostaria de agradecer a deputada Iracema e ao deputado Júlio Arcoverde por terem atendido prontamente ao nosso pedido, e por estarem sempre prontos a ajudar os municípios do Médio Parnaíba". A Associação de Municípios da Microrregião do Médio Parnaíba vem fazendo um grande trabalho graças à união dos gestores, que fortalece toda a região.

Uespi é contemplada com emenda da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2018 A LDO é responsável por apontar os valores a serem investidos no estado com recursos federais. Em encontro realizado nessa terça-feira (04), em Brasília, com a bancada federal do Piauí, a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) foi contemplada com a indicação de uma das emendas prioritárias da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2018. A LDO é responsável por apontar os valores a serem investidos no estado com recursos federais. Durante todo o dia, o pró-reitor de Planejamento e Finanças (Proplan), Paulo Henrique Pinheiro, acompanhado do diretor do Centro de Ciências da Saúde (CCS), Jesus Abreu, participou de reuniões com os membros da bancada piauiense no Congresso Nacional, os deputados Júlio César, Átila Lira, Rodrigo Martins, Assis Carvalho, Heráclito Fortes, Marcelo Castro e Iracema Portella, além dos senadores Ciro Nogueira, Elmano Férrer e Regina Sousa. As reuniões foram importantes para inserir a Uespi em umas das três metas prioritárias da LDO 2018 para o Piauí. Dessa forma, a instituição passará, junto com a BR 135 e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), a ser prioridade na destinação de emendas de bancada.

O pró-reitor da Proplan apresentou à bancada, solicitações de investimentos em infraestrutura e equipamentos para os doze campi da instituição. “Com a inclusão, estamos habilitados a receber cerca de R$ 80 milhões em emendas de bancada e individuais impositivas para 2018. Uma conquista para a universidade”, pontuou Paulo Henrique. Para ele, a bancada compreendeu que a universidade possui um papel crucial no desenvolvimento do Piauí. “A bancada votou com nosso posicionamento e defesa. Para nós, foi bastante gratificante estarmos presente em um momento tão importante para a construção do Orçamento da União de 2018”, comentou o pró-reitor, reconhecendo a importância do diálogo com a bancada federal. “Mais importante ainda foi a percepção de que a bancada federal do Piauí respeita e reconhece o papel da Uespi”, ressaltou Pinheiro. Para o diretor do CCS, Jesus Abreu, “o momento foi bastante oportuno, pois a Uespi se fez presente como única instituição do Piauí a reivindicar a inclusão como meta prioritária da LDO 2018”. Ele avalia essa articulação como um ganho substancial em investimentos na universidade.

Ascom Uespi

Hoje, 3 de julho, é o Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial. O PP Afro Piauí escolheu esta data para iniciar uma série de palestras e debates com o tema "Discriminaçao, preconceito e Bullying nas Escolas". A ideia é levar a crianças e adolescentes a importância do respeito às diferenças. A Unidade Escolar Nair Gonçalves, que fica no bairro São Pedro em Teresina, foi a primeira a receber o PP Afro em Ação. O jornalista e cientista político Denilson Avelino conduziu o bate papo com os estudantes, que teve momentos de emoção e respeito. Os alunos do 9º ano da escola prepararam uma apresentação teatral falando sobre bullying e em seguida dois adolescentes contaram suas experiências, sob aplausos dos colegas. Para a deputada federal Iracema Portella, é importante incutir nas crianças desde cedo o respeito e a tolerância. "Quanto mais cedo eles aprenderem, mais profundo vai ser esse sentimento de respeito às diferenças. Respeitar os colegas, não xingar, não humilhar e ter uma postura acolhedora e amiga deve ser o natural entre os jovens", comentou. O Projeto PP Afro em Ação é executado em parceria com a Fundação Milton Campos e visa disseminar ações de combate ao preconceito, discriminação racial, religiosa ou de orientação sexual.

O município de Angical recebeu hoje o seminário Drogas Por Quê? - Desafios para a Educação, promovido pelo PP Mulher em parceria com a Fundação Milton Campos e o apoio da Coordenadoria Estadual de Enfrentamento às Drogas. A deputada federal Iracema Portella (PP-PI) participou do evento e agradeceu à prefeita Neta Santos e sua equipe e também ao vereador Toninho, presidente da Comissão de Prevenção e Combate as Drogas da Câmara de Vereadores; pelo empenho na organização. Mais de 200 pessoas, entre profissionais das áreas de Educação, Saúde, Serviço Social e Segurança Pública, conselhos tutelares, lideranças religiosas e comunitárias assistiram às palestras. "É importante chegar a cada vez mais municípios, capacitar cada vez mais pessoas para atuarem na prevenção ao uso de drogas. Essa é uma forma eficaz de proteger nossas crianças e jovens", comentou Iracema Portella.

O seminário contou com a presença da vice-prefeita Débora Vilarinho, da secretária municipal de Educação Vanerlene Soares; secretária municipal de assistência social Claudete Santos; do representante da Cedrogas Giorgione Gonçalves; Rogério Azevedo – diretor do IFPI de Angical; Ricardo Moura, delegado regional do Médio Parnaíba e dos vereadores Helder Jordão, Antônia Pereira, Isabel Leal e Dede, além de outras lideranças. Municípios de todas as regiões do Piauí já receberam o seminário Drogas Por Quê - Desafios para a Educação, entre eles Picos, Corrente, Parnaíba, Luís Correia, Ipiranga do Piauí, Valença do Piauí, Elesbão Veloso, Floriano, São Gonçalo do Piauí, Água Branca, Agricolândia, Sigefredo Pacheco, Castelo do Piauí, Alto Longá, Itainopolis, Oeiras, São Félix do Piauí, Amarante, José de Freitas e Teresina. Quase dez mil pessoas já foram capacitadas.

A bancada do Piauí no Congresso Nacional reuniu-se, na manhã desta quinta-feira (29), com o Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira. A pauta foi, novamente, a solicitação de medidas emergenciais na BR 135, que tem sido palco de acidentes graves e mortes. O Diretor-Geral do DNIT, Valter Casimiro, informou que há recurso para fazer 190 quilômetros de acostamento. Com a solicitação da bancada, o diretor se disponibilizou a adequar o projeto para redirecionar as obras para os pontos mais críticos da rodovia – entre as cidades de Eliseu Martins e Bom Jesus. Já o ministro Dyogo Oliveira se comprometeu a analisar a possibilidade de ampliação do recurso para resolver toda a demanda da bancada. Ele alegou que é um pleito de toda a população e de todas as forças políticas do estado. Acompanhou a reunião a senadora Regina Sousa, o senador Ciro Nogueira, o governador Wellington Dias, os deputado federais, Marcelo Castro, Átila Lira, Silas Freire, Paes Landim, Deputado Júlio Cesar, Maia Filho, Iracema Portella; os deputados estaduais Fábio Núñez Novo, Fernando Monteiro, Gustavo Neiva e Luciano Nunes Filho; o presidente da APPM e prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos; os prefeitos de Bom Jesus, Marcos Elvas e David Nelson, de Monte Alegre do Piauí.

Está pronto para ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 4716/2012, de autoria da deputada federal Iracema Portella (PP-PI), que cria o serviço telefônico gratuito de emergência para o recebimento de denúncias de tráfico de drogas e prestação de informações acerca da prevenção do uso indevido dessas substâncias. Para Iracema Portella, o combate às drogas e a prevenção é uma ferramenta importantíssima. A parlamentar se diz convicta de que, para vencer essa batalha, é fundamental que o Estado brasileiro atue fortemente em políticas preventivas em duas frentes. De um lado, combatendo o tráfico de entorpecentes, de modo a evitar que exista a oferta. De outro, criando mecanismos de conscientização da população sobre os malefícios das drogas, diminuindo assim a demanda por essas substâncias. Segundo a proposta, esse serviço deverá funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana, e será composto por três dígitos, único para todo o Território Nacional. “Esperamos, dessa forma, ajudar o Brasil a caminhar na direção de um conjunto de políticas públicas realmente capazes de combater esse fenômeno tão complexo, que compromete a vida de milhares de famílias em todo o País”, finalizou.

A Bancada Federal do Piauí se reuniu o diretor geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Borges para solicitar ações emergenciais a serem tomadas na rodovia 135, que corta o sul do estado. A obra de alargamento do trecho será de extrema relevância para o Piauí, pois é considerada atualmente, como a BR da morte, pelos altos índices de acidentes fatais. Em busca de soluções mais concertas, o senador Ciro Nogueira se reuniu no início do mês com presidente Michel Temer para tratar da reestruturação da BR. Para a Bancada, a adequação estrutural desta rodovia é prioridade para o estado, devido ao grande número de acidentes que ocorrem.

O presidente se comprometeu em ajudar e ligou para os ministros Maurício Quintella (Transportes) e Dyogo Oliveira (Planejamento) recomendando agilidade para a solução do problema. Para alargar toda a rodovia são necessários R$ 350 milhões. Só este ano a BR-135 já registrou 46 acidentes, 35 mortes e 34 feridos graves. O número de óbitos mais do que duplicou do ano passado para cá, segundo levantamento divulgado pela Polícia Rodoviária Federal. O trecho que mais mata fica próximo de Bom Jesus (a 632 km de Teresina). Revoltada com a falta de providências, a população do Sul do Estado promete fechar a rodovia de 2 a 4 de julho.