As políticas públicas que envolvem as ações básicas nas áreas de saneamento, abastecimento de água, controle da dengue, de doenças diarreicas e das infecções respiratórias agudas são as que promovem grandes saltos na qualidade de vida e melhoria da saúde. Por isso, são fundamentais os programas de saúde voltados para o atendimento familiar, particularizado, agindo sobre todos os integrantes da família, com ações preventivas diretas e educativas em nível complementar. Pesquisas demonstram que a aplicação de recursos na área de saneamento básico e fornecimento de água tratada promovem um efeito multiplicador na saúde da população, com redução de gastos na rede pública. Por essas razões, vou intensificar minha atuação, especialmente, junto ao Ministério das Cidades, para a inclusão do maior número de municípios do Piauí no Plano Nacional de Saneamento (PlanSab), que é um pacote de investimentos para universalizar o acesso à água e ao esgoto tratados. Nosso compromisso é destinar mais recursos nos orçamentos do Estado e da União, para a reforma, construção e aquisição de equipamentos das nossas unidades de saúde.